quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Após hiato de 12 anos, Audioslave se apresenta em show de protesto contra Trump nos EUA

 Audioslave em Los Angeles - Foto: Reprodução do YouTube

O Audioslave voltou a tocar ao vivo depois de 12 anos. A apresentação foi realizada no sábado, dia 21 de janeiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

O grupo foi atração especial do Anti-Inaugural Ball, evento de protesto em relação à posse do republicano Donald Trump como presidente dos Estados Unidos que aconteceu no mesmo dia em Washington.

Foram tocadas três músicas: “Cochise”, “Like A Stone” e “Show Me How To Live”.

Na internet, houve quem reclamasse da performance do vocalista Chris Cornell em “Like A Stone”, mas também houve quem o perdoasse em função do estado alcoólico elevado.

Completaram a banda os três membros que também são do Rage Against The Machine:  o guitarrista Tom Morello, o baixista Tim Commerford e o baterista Brad Wilk.

Estes três também tocaram com a atração principal da noite, o Prophets of Rage, banda atual deles que traz também na formação DJ Lord e Chuck D, do Public Enemy, e B-Real, do Cypress Hill.

O Prophets of Rage é uma das grandes atrações do esperado Maximus Festival, que será realizado no Brasil, em São Paulo, no dia 13 de maio, com presenças também já confirmadas do Slayer, do Linkin Park, Robie Zombie, Ghost e Pennywise, entre outros.

O Anti-Inaugural Ball foi apenas um dos inúmeros eventos de protesto em relação a Donald Trump. Em tempos políticos sombrios em vários locais do mundo, como o Brasil e os Estados Unidos, o rock assume sua condição histórica de rebeldia e passa o recado em relação aos conservadores de plantão.

Veja abaixo os vídeos com as músicas executadas pelo Audioslave.



Fonte: Roque Reverso

NA ANTRO O QUE NÃO FALTAM SÃO  NOVIDADES!







RUA BARROSO 505 - CENTRO NORTE
FONE (86) 3221 8285
TERESINA - PIAUÍ


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog