terça-feira, 31 de maio de 2016

Manowar anuncia turnê de adeus classificada como a ‘batalha final’

Manowar - Foto: Ilustração de Divulgação 

O Manowar anunciou na última quarta-feira, 25 de maio, uma turnê que foi entendida pelos fãs como a última da carreira. Em comunicado oficial, o grupo norte-americano de heavy metal que sempre se autodenominou como maior defensor do “true metal” convidou o público para a “batalha final”.

“Saindo de uma tour incrível, ficou claro que a próxima teria que ser ainda maior e ir além de qualquer coisa que já fizemos; algo que vai realizar os sonhos de cada Manowarrior. Então esse será o último momento para dizer obrigado e adeus!”, escreveu a banda.

De acordo com o Manowar, aqueles que se juntarem a esta turnê terão uma memória eterna; tendo testemunhado a banda que tem dedicado “seu sangue, corações, almas e cada momento de sua carreira ao verdadeiro heavy metal”.

“A “Batalha Final” começará na Alemanha e vai nos levar para todas as partes do mundo para dizer adeus a todos vocês”, comunicaram os músicos.

Formado em 1980, o Manowar captou um grande número de fãs dedicados e que costumam defender a banda com a devoção semelhante à de torcidas de futebol. Com seu discurso forte de defesa do heavy metal, já chegou a ser criticada e ironizada pelo exagero.

No Brasil, o engraçadíssimo grupo Massacration, criado pelos humoristas do programa Hermes & Renato, sempre teve o Manowar como principal fonte de inspiração, apesar de sempre pincelar os trejeitos de inúmeras outras bandas de várias vertentes do heavy metal.

O Manowar, por sinal, tem uma legião de fãs no País e já veio diversas vezes para cá. A última apresentação do grupo norte-americano foi no Monsters of Rock de 2015 em São Paulo.
A formação atual da banda traz Eric Adams nos vocais, Karl Logan nas guitarras, Joey DeMaio no baixo e Donnie Hamzik na bateria.



Fonte: Rock Reverso

Guitarristas de Pearl Jam e R.E.M. participam do próximo disco de Nando Reis

Nando Reis e Samuel Rosa

Além deles, os integrantes do Titãs, Paulo Miklos, Sérgio Britto e Branco Mello, e as cantoras Pitty, Tulipa Ruiz e Luiza Possi também contribuem com o novo álbum do ruivo 
 
Nando Reis reuniu um eclético time de participantes para o novo disco solo dele, ainda sem título, com previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano. Além do grupo de apoio dele, Os Infernais, o ruivo conta com a ajuda de nomes internacionais, ex-companheiros de banda e até dos próprios filhos.

Os mais estrelados da lista são os norte-americanos Peter Buck, ex-guitarrista do R.E.M., e Mike McCready, guitarrista do Pearl Jam. Buck já tocou bandolim no disco Para Quando o Arco-Íris Encontrar o Pote de Ouro, lançado por Nando Reis em 2000, enquanto McCready integra o recém-formado supergrupo Levee Walkers, do qual o brasileiro será um dos colaboradores.


Outro integrante do Levee Walkers é Barrett Martin, ex-baterista de Screaming Trees e Mad Season, além de colaborador de longa data de Reis. Martin também tocou em Para Quando o Arco-Íris Encontrar o Pote de Ouro, mas também em Infernal (2001), A Letra A (2003) e Sei (2012), e assina como produtor o próximo disco do brasileiro.


Os norte-americanos citados estiveram na porção das gravações do novo álbum de Reis que foi feita em Seattle, nos Estados Unidos, com coprodução do lendário Jack Endino (também há anos colaborador do brasileiro). Em São Paulo, o ruivo recebeu em estúdio outros companheiros antigos e novos nomes.


Do Titãs, ex-banda de Reis, participaram Paulo Miklos, Sérgio Britto e Branco Mello, assim como o ex-Titã Arnaldo Antunes. Quatro filhos de Nando também contribuíram: Zoé Reis, Sophia Reis e a dupla 2Reis (Theo e Sebastião Reis). Completando a lista estão três cantoras: Luiza Possi, Pitty, Tulipa Ruiz.


“Não são todos apenas convidados, já que muitas dessas pessoas estiveram realmente envolvidas, mais como músicos mesmo do que como convidados”, revelou Reis em entrevista à Rolling Stone Brasil. O cantor e compositor recentemente lançou o álbum ao vivo Nando Reis – Voz e Violão – No Recreio – Volume 1 (2015).


Para ficar só lendo vamos curtir um clip do Nado Reis: 



Informações: Rolling Stone Brasil












 
VENHA PRA ANTRO DO ROCK! 
(86) 3222 8073

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Pink Floyd: Sony Music vai lançar catálogo completo em vinil

 


No dia 3 de junho de 2016, os discos do Pink Floyd começarão a ser reintegrados em vinil ao catálogo da banda pela primeira vez em mais de duas décadas. Os primeiros quatro discos confirmados, “The Piper at the Gates of Dawn”, “A Saucerful of Secrets”, a trilha sonora do filme “More” e o LP duplo “Ummagumma”, serão lançados ao longo deste ano. Um cuidado especial foi tomado para replicar os pacotes originais. A primeira leva de lançamentos, remasterizada por James Guthrie, Joel Plante e Bernie Grundman, será apresentada em vinil de 180 gramas para otimização da qualidade sonora. Enquanto isso, todos os álbuns do Pink Floyd estão disponíveis agora em CD, formatos digitais e na maioria das plataformas de streaming.

- Estamos orgulhosos por continuar a trabalhar com uma das maiores e mais influentes bandas do mundo. Este é um empolgante novo capítulo de nossa antiga parceria com o Pink Floyd e nós esperamos trabalhar com eles e ajudá-los a fazer a curadoria da incrível obra que criaram – afirma Max Lousada, presidente e CEO da Warner Music do Reino Unido.

A formação inicial do Pink Floyd, que contava com Syd Barrett, Roger Waters, Rick Wright e Nick Mason, surgiu na cena musical em 1967, com o single de sucesso “Arnold Layne”. Apesar da saída de Syd Barrett, o grupo, que agora incluía David Gilmour, gravou alguns dos mais inovadores discos daquela época, chegando ao seu auge em 1973 com um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos, “The Dark Side Of The Moon”. A partir daí, lançaram vários discos que chegaram aos primeiros lugares das paradas de todo o mundo, entre eles: “The Wall”, “Animals”, “Wish You Were Here”, “The Final Cut”, e o mais recente, “The Endless River”, lançado em 2014.

- É um grande orgulho para nós continuar essa antiga relação na América do Norte e outras regiões entre a Columbia Records e o Pink Floyd. Estamos muito animados para trabalhar ao lado da banda em seu incrível legado musical – afirma Rob Stringer, presidente e CEO da Columbia Records.





Fonte: Sony Music | ROCK BRIGADE

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Vulcano: pioneiros da música extrema ganham documentário

 
"Os Portais Do Inferno Se Abrem: A história do Vulcano" é o novo documentário longa metragem dos diretores Rodiney Assunção (do estúdio JustDesign) e Wladimyr Cruz (também diretor dos longas "Woodstock ­ Mais Que Uma Loja..." e "Uma Nova Onda De Liberdade ­ A história do Madame Satã"). Neste filme, a dupla resgata a história do Vulcano, lendária banda santista, pioneira no estilo de metal extremo na América Latina.

Em entrevistas reveladoras, músicos e ex­-integrantes contam sua jornada de 35 anos de metal e ocultismo, recheada de erros e acertos, que hoje colocam o Vulcano como um dos nomes mais influentes e respeitados dentro de seu estilo em todo o mundo.

Ricamente ilustrado com imagens inéditas de arquivo, o longa atende os fãs do conjunto, e também os curiosos que, em quase três horas de filme, poderão conhecer um pouco mais não apenas da história do conjunto, mas também da formação do som realmente pesado no Brasil. "Os Portais Do Inferno Se Abrem: A história do Vulcano" é uma produção independente, sem recursos estatais, feito por quem vive e respira rock e cinema.

O filme será exibido em sessões especiais no cinema, com uma apresentação pocket exclusiva da banda ao vivo; e também recebe versão home­video em DVD com extras no disco e em versão digital.

Sobre o Vulcano

O Vulcano é uma banda de black/death metal santista que está na estrada há 35 anos. O conjunto foi o responsável pelo lançamento de discos clássicos como "Live!" (1985) e "Bloody Vengeance" (1986), álbuns pioneiros na formação da sonoridade extrema na América Latina. Gozando de grande popularidade e influência na Europa, sendo citado como uma referência por grandes nomes do estilo, o Vulcano anualmente faz tours internacionais, sendo a mais recente em 2016 com mais de 27 datas pelo continente europeu.

De suas formações sairam músicos que formariam outras bandas importantes para a música nacional, como HARRY, Psych Possessor, Sociedade Armada e até Charlie Brown Jr. O próximo lançamento de estúdio do grupo é "The Awakening of an Ancient and Wicked Soul", programado para 2016.

Ficha Técnica:
"Os Portais Do Inferno Se Abrem: A história do Vulcano"
De Rodiney Assunção & Wladimyr Cruz
Lançamento e Produção: Blue Screen Of Death e Just Design | Estúdio Multimídia
Duração aprox. 180 minutos
Pré­venda do DVD: http://www.justdesign.com.br/vulcanodocstore
Mais informações sobre o filme e lançamentos: https://www.facebook.com/AhistoriaDoVulcano/

Premiere no Cinema:
Cine Roxy 5 ­ Av. Ana Costa, 433 ­ Santos/SP
http://cineroxy.com.br/
07/06/16 ­ 21:00
Entrada Gratuita ­ Sujeita a lotação da sala.



 Fonte: Vulcano | ROCK BRIGADE

SEXTA E SÁBADO DE MUITAS OFERTAS NA ANTRO

CAMISAS DE ROCK E MARCAS, TENIS, BERMUDAS, TATUAGENS, PIERCING, ACESSÓRIOS E MUITO MAIS AO COMANDO DO GRANDE JOÃO FILHO!











ANTRO DO ROCK
A LOJA DO ROCK DE TERESINA
RUA BARROSO 505 - CENTRO/NORTE
FONE (86) 3222 8073

terça-feira, 24 de maio de 2016

Assista ao vertiginoso “Empty”, novo clipe do Garbage

 

Em 10 de junho, o Garbage colocará nas prateleiras seu primeiro álbum em quatro anos, “Strange Little Birds”. O sucessor de “Not Your Kind of People” será o sexto trabalho de inéditas do grupo e será distribuído pelo próprio selo, o STUNVOLUME. Com 11 faixas, todas produzidas pelo mago Butch Vig, o álbum foi registrado no estúdio Red Razor Sounds, em Los Angeles.
“Strange Little Birds” é o “álbum mais relaxado, tranquilo do Garbage”, de acordo com um comunicado de imprensa. A vocalista Shirley Manson explicou: “O princípio orientador foi mantê-lo fresco, e confiando no nosso instinto, liricamente e musicalmente.”

Assista ao videoclipe do primeiro single, “Empty”, que foi dirigido pelo antigo parceiro Samuel Bayer:
 


Fonte: Rock Line

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Banda Scorpions volta ao Brasil com turnê que celebra 50 anos da sua formação


Os integrantes do Skorpions voltam ao Brasil em setembro na turnê que celebra os 50 anos da sua formação original (Foto: Divulgação)


Em setembro o grupo de rock passará por São Paulo, Recife, Fortaleza e Rio de Janeiro 

 

São 50 anos de carreira, mais de 100 milhões de álbuns vendidos no mundo todo, diversos hits no top 10 em grandes mercados e pioneirismo. Esses são alguns dos pontos que colocam os Scorpions como a maior banda de rock alemã de todos os tempos. Não bastasse isso tudo já ser razão suficiente para ir aos próximos shows que o grupo fará no Brasil, em setembro, eles ainda prometem um repertório com os seus maiores sucessos. As apresentações acontecem nos dias 1 e 3 de setembro, em São Paulo (Citibank Hall); dia 6 do mesmo mês no Recife (Classic Hall); dia 8 de setembro em Fortaleza (Arena do CFO); e dia 11 no Rio de Janeiro (Metropolitan). 


O Scorpions tem mais de 100 milhões de álbuns vendidos no mundo todo (Foto: Divulgação) 


O Scorpions é formado pelos músicos Klaus Meine (vocal), Rudolf Schenker (guitarra), Matthias Jabs (guitarra), Paweł Mąciwoda (baixo) e James Kottak (bateria). Em cinco décadas, a banda quebrou paradigmas e foi pioneira em fazer shows em lugares restritos para ocidentais durante a guerra fria. Em 1988, eles foram a primeira banda de rock ocidental a fazer shows esgotados cinco dias consecutivos na ainda Leningrado soviética. Outras realizações desse tipo também foram vistas em shows na China e Sudeste da Ásia, abrindo portas para muitas bandas ocidentais nesse mercado. 




Fonte: Época

The Who fará quatro shows no Brasil em 2017, diz jornal

The Who

Icônico grupo britânico, que nunca tocou no país, seguirá em mini excursão entre março e abril do ano que vem 
 
 
Único dos grandes ícones da música dos 1960 a não tocar no Brasil, The Who enfim se apresentará no país em 2017. Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, a banda passará por quatro cidades brasileiras entre março e abril do ano que vem.

O veículo ainda revela que o único entrave que adia o anúncio oficial da excursão brasileira é a decisão se os shows serão em arenas (como a Arena Anhembi, em São Paulo, com cerca de 20 mil pessoas de capacidade) ou estádios (como o Allianz Parque, acima de 40 mil pessoas).

Atualmente, The Who comemora os 50 anos de carreira com a turnê The Who Hits 50!, que promete – assim com outras anteriormente – ser a última da história do grupo. Mas os integrantes originais, Roger Daltrey (voz) e Pete Townshend (guitarra), já disseram que vão continuar trabalhando juntos.

The Who também foi recentemente confirmado como uma das atrações do megafestival Desert Trip, que acontece em dois fins de semana na Califórnia, nos Estados Unidos, em outubro. Além da banda britânica, apresentam-se o evento Neil Young, Bob Dylan, Paul McCartney, Roger Waters e Rolling Stones.



Fonte: Rolling Stone Brasil


ANTRO DO ROCK 






 

domingo, 22 de maio de 2016

Nick Menza, ex-baterista do Megadeth, morre aos 51 anos

Nick Menza, ex-baterista do Megadeth. (Foto: Divulgação/Nick Menza)

Músico sofreu um ataque cardíaco enquanto tocava com a banda OHM. Ele foi o titular das baquetas do Megadeth por 9 anos e 4 álbuns de estúdio.

O ex-baterista do Megadeth, Nick Menza, morreu na noite desde sábado (21) aos 51 anos durante uma apresentação de sua atual banda OHM, em uma boate em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos.
Segundo o amigo e biógrafo J. Marshall Craig, o músico sofreu um ataque cardíaco durante a terceira música e teve de ser levado ao hospital, mas já chegou morto ao local.

“Nós pedimos orações para a família de Nick e especialmente para seus dois filhos e a mãe deles, Teri”, afirmou Craig, em nota. “Sua mãe, Rose, e seu pai, Don, pedem privacidade e que orem por eles.” O biógrafo afirmou que informações sobre o funeral seriam divulgadas nos próximos dias.

Nascido em Munique, em 1964, Menza se juntou ao Megadeth em 1989. Foi o titular das baquetas por quatro álbuns de estúdio da banda antes de deixá-la em 1998: “Rust in Peace” (1990), “Countdown to Extinction” (1992), “Youthanasia” (1994) e “Cryptic Writings” (1997). Os discos foram os mais aclamados pelo público e chegaram aos primeiros lugares nas paradas dos Estados Unidos e Reino Unido.

Ele também tocou nos três álbuns solo do guitarrista do Marty Friedman, da formação original do Megadeth: “Scenes”, “Introduction” e “True Obsessions”

A saída do Megadeth foi conturbada. No meio da turnê de "Cryptic Writings", Menza descobriu ter um tumor benigno no joelho. Durante sua recuperação, Jimmy deGrasso foi contratado para substituí-lo.

Ainda no hospital, segundo relato do próprio Menza, ele recebeu uma ligação de Dave Mustaine, líder do grupo, informando-o de que seus serviços já não eram mais necessários. Fora da banda, Menza lançou em 2002 seu trabalho solo, “Menza: Life After Deth”.

Dentre os atuais integrantes do Megadeth, apenas Mustaine e o baixista David Ellefson, se manifestaram sobre a morte de Menza.

“Me diga que isso não é verdade! Eu acordo às 4h da manhã para ouvir que Nick Mensa morreu tocando bateria com o OHM”, escreveu Mustaine no Twitter.

“Condolências à família e aos amigos de Nick Menza. Todos nós perdemos um gigante gentil. Era um verdadeiro artista e um amigo para todos nós”, afirmou Ellefson, em sua conta no Twitter.




Fonte: G1


 

Kamelot: confirma Alissa White-Gluz em shows no Japão e América do Sul

Quem já teve a oportunidade de conferir a banda norte-americana Kamelot em ação, sabe que o grupo tem todos os elementos fundamentais para tornar cada exibição em algo especial e inesquecível.

Prestes a começar a próxima etapa na turnê promocional do novo álbum “Haven”, Thomas Youngblood (guitarra), Casey Grillo (bateria), Oliver Palotai (teclado), Sean Tibbetts (baixo) e Tommy Karevik (vocal) confirmaram a participação especial da vocalista e musa canadense Alissa White-Gluz (Arch Enemy e ex-The Agonist) em todos os shows no Japão e América do Sul, incluindo as apresentações em São Paulo (02/07 – Carioca Club) e Rio de Janeiro (03/07 – Circo Voador).

A artista é constantemente convocada para algumas exibições do quarteto, inclusive ela participou da última passagem do Kamelot pelo Brasil, em 2013. © Berufsfotograf Stefan Tschapeller

A magistral performance que já encantou a América do Norte e Europa tem as seguintes datas confirmadas:
23/05 – Liquidroom – Tokyo, Japão (SOLD OUT)
25/05 – Club Quattro – Nagoya, Japão
26/05 – Umeda Club Quattro – Osaka, Japão
29/06 – Teatro Vorterix – Buenos Aires, Argentina
30/06 – Blondie – Santiago, Chile
02/07 – Carioca Club – São Paulo, Brasil
03/07 – Circo Voador – Rio de Janeiro, Brasil

KAMELOT
Os ingressos para a exibição na capital paulista já estão à venda na Galeria do Rock (loja 255), na bilheteria do Carioca Club, no site Clube do Ingresso (www.clubedoingresso.com) e pontos autorizados pela empresa, no valor de R$120 (pista meia entrada/estudante/promocional para não estudantes*).

Já na Cidade Maravilhosa, os fãs devem garantir presença na bilheteria do Circo Voador ou acessar o site da Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br). As entradas custam R$ 100,00 (meia entrada/estudante/promocional para não estudantes*).

Produzido por Sascha Paeth e masterizado por Jacob Hansen, “HAVEN” é agressivo, cinematográfico, épico e emocionalmente dinâmico. O novo disco conta com todos os elementos característicos do Kamelot, mas com a adição de elementos novos e modernos, justamente para intensificar ainda mais a dramaticidade de suas músicas. Alguns artistas convidados no CD incluem Alissa White-Gluz (ARCH ENEMY), Troy Donockley (NIGHTWISH) e Charlotte Wessels (DELAIN). A capa de tirar o fôlego e todas as obras de arte foram criadas por Stefan Heilemann e a arte adicional/layout é assinada pelo brasileiro Gustavo Sazes. Este é um lançamento Napalm Records/Universal Music.

Logo na primeira semana de lançamento, esse registro atingiu o incrível topo do Billboard, no chart “Hard Rock”, além de outras importantes posições como:
– Top Hard Rock Album Chart: #1
– Top 200 Billboard chart: #75
– Top Hard Music Chart: #3
– Top Current Album Chart: #40
– Top Internet Chart: #19
– Top Indie Current Album Chart: #6.

Links relacionados:
https://www.facebook.com/kamelotofficial
https://www.facebook.com/liberationmcofficial
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Serviço São Paulo
Liberation Tour Booking orgulhosamente apresenta Kamelot no Brasil
Data: 02 de julho (sábado)
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – próximo ao Metrô Faria Lima
Abertura da casa:18h00
Infoline: (11) 3813.8598
Imprensa: press@theultimatemusic.com
Informações gerais: info@liberationmc.com
Classificação: 14 anos

Ingressos (1º lote):
Pista: R$120 (Meia entrada/ Estudante/Promocional para não estudantes*)
Inteira: R$240
Camarote: R$250
*Doe um kilo de alimento na entrada da casa no dia do evento e pague meia entrada).

Ponto de venda (sem taxa de serviços | pagamento em dinheiro): loja 255 (Galeria do Rock) e Carioca Club
Venda de ingressos pela internet (com taxa de serviço): www.clubedoingresso.com

Serviço Rio de Janeiro
Circo Voador e Liberation Tour Booking orgulhosamente apresentam Kamelot no Brasil
Data: 03 de julho (domingo)
Local: Circo Voador
End: Rua dos Arcos S/N – Lapa
Abertura da casa:18h
Infoline: (11) 3813.8598
Imprensa: press@theultimatemusic.com
Informações gerais: www.circovoador.com.br
Classificação: 16 anos

Ingressos (1º lote):
Pista: R$100 (Meia entrada/ Estudante/Promocional para não estudantes*)
Inteira: R$200
*Doe um kilo de alimento na entrada da casa no dia do evento e pague meia entrada).

Ponto de venda: bilheteria do Circo Voador
Venda de ingressos pela internet (com taxa de serviço): https://www.ingressorapido.com.br/compras/?id=49255#!/tickets




Fonte: The Ultimate Music - Press

Biografia do Alice in Chains ganha edição nacional em julho


A biografia "Alice in Chains: A História não Revelada" chega às livrarias nacionais no começo do mês de julho. Lançado originalmente no segundo semestre do ano passado, o livro sai no Brasil pela Ideal Edições.

Escrito pelo jornalista David de Sola (CNN, 60 Minutes e Reuters), o livro explora como as drogas quase destruíram a banda e como o Alice in Chains se reergueu com a entrada do novo integrante, William DuVall, que substituiu o falecido vocalista Layne Staley.

O Alice in Chains foi o primeiro dos gigantes de Seattle - os outros são Nirvana, Soundgarden e Pearl Jam - a conquistar o mundo com sua música. Para cobrir a história da banda com propriedade, o autor realizou diversas entrevistas com pessoas ligadas ao grupo.

"Alice in Chains: A História não Revelada" possui 384 páginas e tradução de Paulo Alves. O livro tem o preço sugerido de R$ 59,90 e está em pré-venda no site da editora brasileira.


 
 
 
Fonte: Território da Musica

sexta-feira, 20 de maio de 2016

FIM DE SEMANA DE OFERTAS NA ANTRO

APROVEITE O FINAL DE SEMANA NA ANTRO  PARA CURTIR  GRANDES DESCONTOS EM TODOS OS PRODUTOS E SERVIÇOS!
 












 ANTRO DO ROCK
À LOJA DO ROCK DE TERESINA
RUA BARROSO 505 - C/N
FONE (86) 3222 8073
TERESINA - PIAUÍ


Arquivo do blog