quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Bruce Dickinson diz que se arrepende por não ter socado Axl Rose em 1988

Apesar de toda a energia demonstrada nos palcos, o vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, é uma das pessoas mais tranquilas do mundo da música. Mas o músico, piloto de avião e esgrimista revelou ter perdido a paciência com o líder do Guns N'Roses, Axl Rose, durante um show em Québec, no Canadá, em maio de 1988.

Dickinson disse que até hoje se arrepende por não ter socado Axl naquela oportunidade, quando o Guns fazia o show de abertura para o Iron Maiden. Em entrevista ao "Le Journal de Québec", ele afirmou que Axl agiu de maneira desrespeitosa com os espectadores. O motivo? O fato deles falarem francês.
"Eu deveria ter entrado no palco e dado-lhe um soco", disse o inglês. "Como ele ousa falar com minha plateia daquela maneira? Sempre me arrependo por não ter feito o que deveria".


Quatro anos depois, Axl Rose se envolveria em outra polêmica com outro gigante do heavy metal também no Canadá. Na histórica turnê que o Guns N' Roses fez com o Metallica em 1992, o show de 8 de agosto, em Montreal, terminou em um grande quebra-quebra.


O problema começou quando James Hetfield, do Metallica, sofreu queimaduras no braço ao ficar perto demais dos equipamentos pirotécnicos durante a abertura de "Fade to black". O Metallica precisou cancelar a segunda parte do show.


Após uma longa espera a plateia começava a ficar inquieta quando o Guns N' Roses subiu ao palco. A banda, no entanto, logo depois também cancelou sua apresentação, com Axl alegando dores na garganta. Parte do público se revoltou e promoveu um quebra-quebra que chegou às ruas de Montreal, com carros virados, janelas quebradas, lojas roubadas e incêndios.



Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog