quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Clipe do Maroon 5 é criticado por grupo que trata vítimas de violência sexual

“Ato criminoso de perseguição não é romance”, afirmou representante do RAINN 

 Maroon 5 - Animals  

O novo clipe do grupo Maroon 5 foi considerado “perigoso” e foi acusado de banalizar crimes graves pelo grupo RAINN, que trata vítimas de violência sexual.

No vídeo, Adam Levine é um açougueiro obcecado por uma jovem. A atriz em questão é Behati Prinsloo, esposa do músico. Invadir a casa da moça e tirar fotos dela dormindo não chega a ser a maior esquisitice cometida pelo stalker ao longo do clipe: Levine abraça enormes pedaços de carne e se lambuza em sangue antes de protagonizar cenas de sexo com Prinsloo.

"O vídeo do Maroon 5 para ‘Animais’ é uma representação perigosa da fantasia de um perseguidor - e ninguém nunca deve confundir o ato criminoso de perseguição com romance", disse Katherine Fliflet, vice-presidente da RAINN em um comunicado divulgado na quarta-feira, 1º. "A banalização desses crimes graves, como a perseguição, não deve ter lugar na indústria do entretenimento."
Veja o clipe de ‘Animais’ abaixo: 


Fonte: Rolling Stone Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog